Arquivo da tag: O Mundo de Bruno

Milton

“…espero um pouco mais e aprendi a ser como o machado que despreza o perfume do sândalo…” Eu não me lembro quando escutei Milton pela primeira vez, muito menos qual foi a primeira música. Provavelmente foi durante a adolescência, ou … Continuar lendo

Publicado em O Mundo de Bruno | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

Tudo o que é solido se desmancha no ar

Nada realmente é eterno. Marx tinha razão. Principalmente as idéias, suas origens e frutos. É hora de pegar os restos, ver o que ainda presta e dialeticamente montar algo novo.

Publicado em O Mundo de Bruno | Marcado com , , , , | Deixe um comentário